sexta-feira, 7 de maio de 2010

Fígado - Um órgão vital!

Órgão vital, o fígado também precisa de cuidados. Enquanto as atenções se voltam para coração, pulmões e rins, o fígado, órgão com a maior variedade de funções do corpo humano, é esquecido por muita gente. Doenças hepáticas podem ser evitadas com uma vida saudável e exames periódicos.



Ao contrário de outros órgãos vitais, como coração e pulmões, o fígado é um órgão que “sofre calado”, ou seja, demora a apresentar sintomas quando algo não vai bem. Assim, as pessoas costumam não dar muita importância a ele. Entretanto, como explica o hepatologista do Hospital Lifecenter, Osvaldo Flávio de Melo Couto, o fígado é o órgão mais complexo e com maior variedade de funções do corpo humano.

Os alimentos que comemos ou os líquidos que bebemos são absorvidos no intestino e, ao entrarem na circulação são obrigados a atravessar o fígado antes de poderem alcançar outros órgãos ou circularem no sangue. De igual modo, sucede com todas as substâncias que, à semelhança dos alimentos, forem introduzidas no organismo pela boca, como, por exemplo, acontece com os medicamentos.
Outra das funções hepáticas é a metabolização das substâncias que se encontram em circulação, sejam elas provenientes do exterior ou do interior do organismo.

Esta metabolização tem por finalidade tornar inofensivo, o que pode ser agressivo, ou permitir eliminar do organismo essas substâncias pelas fezes ou pela urina.
Sem saber desse perigo, muita gente comete verdadeiras agressões ao órgão. Entre elas, está o abuso de medicamentos, já que a utilização de remédios em excesso pode levar à hepatite medicamentosa. “São vários os grupos de medicamentos que podem causar doença no fígado, assim como são variados os tipos de lesões causadas por cada grupo. Dentre os mais comuns, estão antibióticos, analgésicos e antiinflamatórios. No geral, as lesões estão associadas ao uso de doses maiores do que as recomendadas pelos médicos. O uso de alguns medicamentos de forma contínua também pode causar hepatite crônica”, esclarece o hepatologista.


Relação complexa entre fígado e medicamentos




Existem três situações distintas quando falamos dos medicamentos e fígado:
- Existem medicamentos que podem causar doenças no fígado;
- Outros tratam doenças do fígado;
- E medicamentos que precisam do fígado para agir corretamente no organismo;

Vamos explicar cada uma das situações:
- No caso dos medicamentos que podem causar lesões no fígado podemos citar o Paracetamol (citado no post anterior), que é DEPENDENTE DA DOSE, ou seja o risco de causar dano no fígado depende da quantidade usada. Há também aqueles medicamentos que podem causar lesão no fígado e que não temos como prever, já que pode aparecer a qualquer momento pelo usuário do medicamento, como o Ácido Acetilsalicílico, a popular Aspirina.
- As doenças hepáticas também são tratadas com medicamentos, mas infelizmente existem poucos medicamentos específicos para as alterações do funcionamento hepático.
- E os medicamentos que precisam do fígado para agir corretamente são aqueles que a partir do momento que passam pelo fígado são metabolizados e resultam em uma outra substância, essa outra substância pode estar pronta para ser eliminada pelo organismo ou só agora, o metabólito ativo irá fazer o efeito desejado pelo paciente.

De uma forma geral pessoas que possuem algum tipo de problemas no fígado devem ficar atentas ao uso de determinados medicamentos, eles podem agravar o problema já existente. Mas desde que a dose do medicamento utilizado seja correta e o paciente tiver um acompanhamento médico ele pode estar usando medicamentos necessários, mas com uma atenção especial.


Saiba mais:
Hospital LifeCenter
Fígado e medicamentos

Este tema foi sugerido pela Andréia. Muito obrigada.

Por, Aline Medeiros
efeitosaude@yahoo.com.br

4 comentários:

  1. Michele Peplau De Boit8 de maio de 2010 17:42

    Interessante...

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do artigo; simples e objetivo.Mostrou a importancia do figado e nos alertou dos perigos da auto medicação e os grandes vilões que causam lesões no figado. Obbrigado.

    ResponderExcluir
  3. até que enfim um site que esclareceu minhas dúvidas vcs estaõ de parabéns.

    ResponderExcluir
  4. tenho hemangiomas hepatico, normalmente são asintomaticos, mas os meus não, se tenho alguma infecção ou tomo algum medicamento tipo gincobiloba ou recente o labirin pra labirintite, ele logo reclama...só passa se eu parar de tomar..todo medico diz que hemangiomas não doem, porem os meus doi......já fiz ultrasom, resonancia magnetica, tomografia computadorizada.....unanimes, hemangiomas, isso acontesse a 20 (se não mais)anos....será que teria algum setor da medicina que se interessasria pelo meu caso??? tipo saber porque doem, reposição hormonal, nem pensar...percebo que se tomo buscopan ou dorflexin a dor passa...estes medicamentos poderiam de alguma forma prejudicar meu figado alem do que já é esquisito?? ou posso tomar sem prejuizo?? ah, se alguem ler e tiver respostas por favor entre em contato...arteleine@gmail.com gostaria muito de deixar de me preocupar um pouxco com isso.....já estou cansada de fazer exames e voltar com o mesmo resultado e a mesma dor pra casa....

    ResponderExcluir